16.5.06

Timor-Leste: Annan e Sócrates de acordo na continuação do envolvimento da ONU

Viena, 12 Mai (Lusa) - O secretário-geral da ONU e o primeiro- ministro, José Sócrates, concordaram hoje, em Viena, que a questão de Timor-Leste deve continuar a ser tratada no âmbito das Nações Unidas, incluindo o reforço da presença portuguesa pedida por Dili.
"As autoridades portuguesas estão a analisar o pedido e eu anseio por trabalhar de perto com eles [Portugal] sobre a questão", disse Kofi Annan aos jornalistas portugueses. O secretário-geral das Nações Unidas, que participa na Cimeira UE/América Latina, encontrou-se hoje de manhã com o primeiro-ministro português para abordar os últimos desenvolvimentos em Timor-Leste.
"Ele [Kofi Annan] está de acordo que todas as matérias que têm a ver com Timor-Leste devem ser colocadas no âmbito das Nações Unidas", disse por seu lado José Sócrates num breve encontro com a imprensa portuguesa. O Conselho de Segurança das Nações Unidas deve aprovar hoje o prolongamento por mais um mês da actual missão em Timor-Leste (UNOTIL), cujo mandato termina no próximo dia 19.
Os Estados Unidos, com assento permanente no Conselho de Segurança, colocaram reservas a uma proposta do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, apoiada nomeadamente pelos outros quatro países com direito a veto - Rússia, China, Reino Unido e França -, no sentido de ser aprovada uma nova missão.
Em vez da nova missão, os norte-americanos defenderam para já o prolongamento da missão da UNOTIL por mais um mês, findo o qual a situação no terreno será reavaliada pelo Conselho de Segurança. O primeiro-ministro português, José Sócrates, voltou a reiterar hoje, em Viena, que Portugal ajudará Timor-Leste e o seu Governo "em qualquer circunstância", mas insistiu que o eventual envio de militares da GNR - pedido pelas autoridades de Díli - deve ocorrer no âmbito de um "mandato internacional".
"Era desejável que tivéssemos um mandato internacional, mas em qualquer circunstância estaremos ao lado de Timor-Leste", acrescentou.
FPB/JP/JHM. Lusa/fim