4.6.06

Timor-Leste: textos importantes

31/05/2006 - 12h42
Timor Leste vive dias de anarquia sectária
SÃO PAULO - Timor Leste vive uma situação de anarquia nos últimos dias, com uma onda de violência entre gangues rivais e enfrentamentos entre membros da polícia e do Exército, leais respectivamente ao presidente Xanana Gusmão e ao premiê Mari Alkatiri, que disputam o poder no país. Ao menos 20 pessoas foram mortas desde o início dos choques, na semana passada, e cerca de 60 mil tiveram de fugir de suas casas.Grande parte da população está recebendo ajuda humanitária da ONU. Mais de 2 mil soldados australianos foram enviados para tentar proteger os civis pegos em meio ao fogo cruzado. Grupos de civis armados com armas brancas estão atacando e incendiando residências e edifícios públicos em Díli.Ontem, foram saqueados os gabinetes do Ministério da Justiça e da Procuradoria-Geral. O presidente Xanana Gusmão assumiu poderes de emergência para lidar com a crise.